MOEDA RARA DAS OLIMPÍADAS DE R$1,00 PODE VALER R$7 MIL E PODE ESTAR JOGADA NA SUA GAVETA – OPINIÃO E NOTÍCIA

Moedas raras sempre despertam a curiosidade do Brasileiro e não é diferente em outros países do mundo. A Inglaterra, por exemplo, possui colecionadores que ficaram ricos descobrindo verdadeiros tesouros abandonados. No Estados Unidos, por exemplo, há um caso conhecido de uma senhora que achou em sua parede moedas muito antigas avaliadas em mais de U$1 milhão. Já pensou se isto acontece ai com você?

Pois é, pouca gente sabe mas os colecionadores existem no BRasil e não são poucos. Caçadores de relíquias que podem te pagar muito por uma moeda. Mas claro, não é qualquer moeda. Ela deve ser rara ou raríssima e em pouco ou nenhum tipo de circulação! Sim, a chamada Flor de Cunho, aquela que nunca foi trocada no mercado é ainda mais valiosa. Mas entenda, não é esta moeda comum que está na sua gaveta que vai te deixar rico. Ela precisa ter alguma coisa especial e vamos te contar agora!

No ano de 2016, o Brasil foi sede das Olimpíadas e, com objetivo de homenagear o evento, o Banco Central do Brasil emitiu milhares de moedas de R$ 1 comemorativas. Foram vários modelos distintos, incluindo natação, golfe, basquetebol, atletismo, futebol, voleibol, judô e boxe. Dentro desse grupo, moeda rara de R$ 1 vale cerca de R$ 7 mil.

A primeira moeda foi criada no ano de 2012, que corresponde à entrega da bandeira, já as demais 16 unidades simbolizavam uma modalidade olímpica ou paralímpica.

Moeda rara de R$ 1 vale cerca de R$ 7 MIL

Alguns colecionadores, denominados numismatas, oferecem bons valores em determinados modelos das Olimpíadas.

Segundo os sites de colecionadores, uma coleção completa das moedas Rio 2016 pode valer até R$7 mil, confira alguns modelos:

SIGA-NOS   

moeda rara de R$ 1, moeda rara das Olimpíadas Moedas raras. Foto: Isadora Tristão / Concursos no Brasil

Moeda da entrega da bandeira olímpica: essa foi a primeira moeda da coleção, lançada em 2012, que homenageou a entrega da bandeira olímpica ao Brasil. Essa é a mais rara de ser encontrada para compra, e por consequência a mais valiosa. É possível encontrar na internet com o valor entre R$ 175 e R$ 300.

Atletismo: esse é o esporte mais antigo dos Jogos Olímpicos fez parte do 1º conjunto lançado pelo Banco Central e pela Casa da Moeda. No seu anverso tem a imagem de um atleta executando um salto triplo. Hoje essa moeda pode custar entre R$ 8 e R$ 30.

Natação: a moeda desse esporte traz em seu anverso a imagem de dois nadadores mergulhando na piscina. Também foi lançada na primeira leva da Casa da Moeda e Banco Central e seu preço varia entre R$ 8 e R$ 30.

Paratriatlo: primeira da coleção ilustrando uma modalidade paralímpica, tem em seu anverso imagens de um atleta competindo nos três momentos da competição: corrida, natação e ciclismo. A moeda pode ser encontrada em valores que variam entre R$ 8 e R$ 30.

Mascotes Vinícius e Tom: homenagem aos compositores Vinicius de Moraes e Tom Jobim. Vinícius vem representando a fauna e Tom a flora brasileira. As moedas podem ser encontradas em valores que variam entre R$ 8 e R$ 30.

Todas as moedas possuem valor oficial de 1 real, sendo bimetálicas, com núcleo em aço inox e anel em aço revestido de bronze, elas pesam cerca de 7 gramas e medem 27 mm de diâmetro.

Na época, essas moedas eram fáceis de serem encontradas, pois foram milhões de unidades confeccionadas. Contudo, com o uso, as moedas foram ficando raras e concentradas nas mãos de colecionadores. Segundo anúncios no Mercado Livre, e demais sites voltados a colecionadores o valor da coleção completa, as 17 moedas juntas estão sendo vendido por até R$ 7 mil.

 

Compartilhe isso:

TV MRNews Não perca também:

Compartilhe isso:

Fonte: opiniaoenoticia.com.br/2022/05/21/moeda-rara-das-olimpiadas-de-r100-pode-valer-r7-mil-e-pode-estar-jogada-na-sua-gaveta